PREFERÊNCIA DE Atta laevigata F. SMITH, 1858 (HYMENOPTERA: FORMICIDAE) POR DIFERENTES ESPÉCIES E HÍBRIDOS DE EUCALIPTOS

Joilson Onofre Pereira dos Santos, Otávio Peres Filho, Marcelo Dias de Souza, Alberto Dorval

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a preferência de Atta laevigata por diferentes espécies, híbridos e clones de eucaliptos provenientes de diferentes localidades do estado do Mato Grosso. A atratividade foi avaliada determinando-se a quantidade de discos foliares transportados de cada tratamento. A. laevigata apresentou maior preferência ao híbrido Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis (urograndis). As espécies com menores quantidades de discos foliares carregados pelas formigas foram Eucalyptus camaldulensis e Corymbia citriodora.


Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, N.; DELLA LUCIA, T. M. C.; MAYHÉ NUNES, A. J. 1998. Guia prático sobre formigas cortadeiras em reflorestamento. Ponte Nova, MG: Graff Cor. 100p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRODUTORES DE FLORESTAS PLANTADAS (ABRAF). 2013. Anuário estatístico da ABRAF : ano base 2012. Brasília, 142p.

BANZATTO, D. A.; KRONKA, S. N. 2006.Experimentação Agrícola. 4aEd. Jaboticabal, SP. Funep, 237p.

CASTELLANI, M. A.; FORTI, L. C.; FENILLE, R. C.; MOREIRA, A.A.; ANDRADE, A. P. P.; NOVCAES, Q. S. 2007. Isolation and growth of the symbiotic fungus of Atta capiguara (Hymenoptera: Formicidae). Sociobiology, Feira de Santana. v.50, n.3, p.959-972.

CHERRET, J. M. 1986. History of the leaf-cutting ant problems. In: LOFGREN, C.S.; VANDER MEER, R.K. (Eds.) Fire ants and leaf cutting ants: biology and management. Boulder, Westview Press: p.10–17.

CHERRET, J.M.; SEAFORTH, C.E. 1970. Phytochemical arrestants for leaf-cutting ants, Atta cephalotes (L.) and Acromyrmex octospinosus (Reich), with some notes on the ants responses. Bulletin of Entomological Research.Cambridge,v. 59, p. 615-625.

CHRISPIM, T. P.; RAMOS, J. M. 2007. Revisão de literatura: resistência de plantas a insetos. Revista científica eletrônica de engenharia florestal (on-line). v.10, 10p.

DAHLSTEN, D.L. 1999. Biological control of the red gum lerp psyllid, a pest of Eucalyptus species in California. The regents of the University of California.

DELLA LUCIA, T. M. C.; FOWLER, H. G. 1993. As formigas cortadeiras. In: DELLA LUCIA, T. M. C. (Ed.). As formigas cortadeiras. Viçosa: Editora Folha de Viçosa, p.01–03. 262p.

DELLA LUCIA, T. M. C.; OLIVEIRA, M. A.; ARAÚJO, M. S.; VILELA. E. F. 1995. Avaliação da não-preferência da formiga cortadeira Acromyrmex subterraneus Forel ao corte de Eucalyptus. Revista árvore. Viçosa, v.19, n.1, p.92-99.

FERREIRA, D. F. 2008. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, Lavras, v.6, p.36-41.

MARSARO JÚNIOR, A. L.; SOUZA, R. C.; DELLA LUCIA, T. M. C.; FERNANDES, J. B.; SILVA, M.F.G.F.; VIEIRA, P. C. 2004. Behavioral changes in workers of the leaf-cutting ant Atta sexdens rubropilosa induced by chemical components of Eucalyptus maculata leaves. Journal of chemical ecology, Heidelberg, v.30, n.9, p.1771-1780.

MARSARO JÚNIOR, A. L.; RUGAMA, A. J. M.; LIMA, C. A.; DELLA LUCIA T. M. C. 2007. Preferência de corte de Eucalyptus spp. por Acromyrmex laticeps nigrosetosus Forel 1908 (Hymenoptera: Formicidae) em condições de laboratório. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 17, n. 2, p. 171-174.

MUDD, A.; BATEMAN, G. L. 1979.Rates of growth of the food fungus of the leaf-cutting ant Atta cephalotes (L.)(Hymenoptera: Formicidae) on different substrates gathered by the ants. Bulletin of Entomological Research, v.69, p.141-148.

PERES FILHO, O.; DORVAL, A.; BERTI FILHO, E.; 2002. Preferência de saúva limão, Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, formicidae) a diferentes espécies florestais, em condições de laboratório. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 12, n. 2, p. 1-7.

RESENDE, M.; CURI, N.; REZENDE, S. B.; CORRÊA, G. F.; 2002. Pedologia: Base para distinção de ambientes. 4 ed. – Viçosa: NEPUT, 338p.

REZENDE, M. A. A.; DELLA LUCIA, T.M.C. 1999. Is Eucalyptus citriodora attacked by leaf-cutting ants? Revista árvore. Viçosa, v.23, n.1, p.69-74.

ROSA, D. B.; DE SOUZA, R. R.; NASCIMENTO, L. A.; TOLEDO, L. G.; TOPANOTTI, D. Q.; DO NASCIMENTO, J. A.; 2007. A distribuição espacial das chuvas na porção centro oeste do estado de Mato Grosso – Brasil. Revista eletrônica da associação dos geógrafos brasileiros. Três Lagoas, v1, n5, p127-152.

SANTA RITA DO TRIVELATO. 2008. Mato Grosso e seus municípios, Disponível em

icipios.com.br/NG/conteudo.php?sid=220

&cid=998>. Acesso em: 30/01/2015.

SANTANA, D. L. Q.; COUTO, L. 1990. Resistência intra-específica de eucaliptos a formigas-cortadeiras. Boletim de pesquisa florestal.Colombo, n.20, p.13-21.

STRADLING, D.J. 1978. The influence of size on foraging in the ant, Atta cephalotes, and the effects of some plant defense mechanism. Journal of Animal Ecology, London, 47:173-88.

VIANA, R. G.; TUFFI SANTOS, L. D.; DEMUNER, A. J.; FERREIRA, F. A.; FERREIRA,L. R.; FERREIRA, E. A.; MACHADO, A. F. L.; SANTOS, M. V. 2010. Quantificação e composição química de cera epicuticular de folhas de eucalipto. Planta Daninha. Viçosa, v. 28, n. 4, p. 753-758.

ZANETTI, R.; CARVALHO, G. A.; SANTOS, A.; SOUZA-SILVA, A.; GODOY, M. S. 2002. Manejo integrado de formigas cortadeiras. Lavras: UFLA, 16 p.




DOI: https://doi.org/10.37856/bja.v90i1.211

Apontamentos

  • Não há apontamentos.