Azospirillum brasilense INOCULATION AND MANAGEMENT OF FERTILIZER NITROGEN IN MAIZE

Roberta Pacola Oliveira, Sebastião Ferreira Lima, Rita de Cássia Felix Alvarez, Vera Lucia Divan Baldani, Marcela Pacola Oliveira, Marivaine Silva Brasil

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de Azospirillum brasilense associado à adubação nitrogenada e sistemas de inoculação na cultura do milho. Os tratamentos, semeados em safra e safrinha, foram distribuídos em blocos ao acaso com arranjo fatorial 2x2x2 + 1, com inoculante comercial e a estirpe HAI3, inoculação na semente e no sulco, presença e ausência de adubação nitrogenada + testemunha. Na safra, os tratamentos promoveram incremento para o número de grãos por espiga, número de espigas e massa de grãos por espiga. Em safrinha, o tratamento com HAI3 na semente apresentou maior número de grãos por espiga. Para a produtividade, somente o tratamento sem adubação nitrogenada com a estirpe HAI3 pulverizada no sulco apresentou diferença. As plantas inoculadas apresentaram maior número de bactérias. Conclui-se que a inoculação com bactérias diazotróficas, na presença e ausência de N mineral proporciona incremento na produção de grãos do milho.


Texto completo:

PDF (English)

Referências


ARAUJO, R.M.; ARAÚJO, A.S.F.; NUNES, L.A.P.L.; FIGUEIREDO, M.V.B. 2014. Resposta do milho verde à inoculação com Azospirillum brasilense e níveis de nitrogênio. Ciência Rural, v. 44, n. 9, p. 1556-1560.

BALDANI, J.I.; REIS, V.M.; VIDEIRA, S.S.; BODDEY, L.H.; BALDANI, V.L.D. 2014. The art of isolating nitrogen-fixing bacteria form non-leguminous plants using N-free semi-solid media: a practical guide for microbiologists. Plant Soil, v. 384, p. 413-431.

FIORI, C.C.L.; BARTCHECHEN, A.; WATANABI, S.H; GUARIDO, R.C. 2010. Efeito da inoculação de Azospirillum brasiliense na produtividade da cultura do milho (Zea mays L.). Revista Campo Digit@l, v. 5, p. 56-59.

BASHAN, Y.; HOLGUIN, G. 1995. Inter-root movement of Azospirillum brasilense and subsequent root colonization of crop and weed seedlings growing in soil. Microbial Ecology, v. 29, p. 269-281.

BODDEY, R.M.; DÖBEREINER, J. 1995. Nitrogen fixation associated with grasses and cereals: Recent progress and perspectives for the future. Fertilizer Research, v. 42, p. 241-250.

BRACCINI, A.L.; DAN, L.G.M.; PICCININ, G.G.; ALBRECHT, L.P.; BARBOSA, M.C.; ORTIZ, A.H.T. 2012. Seed inoculation with Azospirillum brasilense, associated with the use of bioregulators in maize. Revista Caatinga, v. 25, n. 2, p.58-64.

CASSÁN, F.; SGROY, V.; PERRIG, D.; MASCIARELLI, O. Y LUNA, V. 2008. Producción de fitohormonas por Azospirillum sp. aspectos fisiológicos y tecnológicos de la promoción del crecimiento vegetal. In: CASSÁN, F.; SALAMONE, I. G. (Ed.). Azospirillum sp., cell physiology, plant interactions and agronomic research in Argentina. Asociación Argentina de Microbiología. p. 61-78.

CAVALLET, L.E.; PESSOA, A.C.S.; HELMICH, J.J.; HELMICH, P.R.; OST, C. F. 2000. Produtividade do milho em resposta à aplicação de nitrogênio e inoculação das sementes com Azospirillum spp. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 4, n. 1, p. 129-132.

Companhia Nacional De Abastecimento - CONAB. 2015. Acompanhamento de safra brasileira: grãos. Nono levantamento, agosto de 2015. Brasília, DF, 63 p.

CRUZ, J.C.; PEREIRA FILHO, I.A.; Duarte, A.P. 2010. Milho Safrinha. Brasília: Ageitec. Embrapa. Disponível em: .

CUNHA, F. F.; MAGALHÃES, F. F.; CASTRO, M. A. 2013. Métodos para estimativa da evapotranspiração de referência para Chapadão do Sul, MS. Engenharia na Agricultura, v. 21, n. 1, p. 159-172.

DÖBEREINER, J. 1990. Avanços recentes na pesquisa em fixação biológica de nitrogênio no Brasil. Estudos Avançados, v. 4, n. 8, p. 144-152.

DOBBELAERE, S.; CROONENBORGHS, A.; THYS, A.; PTACEK, D.; VANDERLEYDEN, J.; DUTTO, P.; LABANDERA-GONZALEZ, C.; CABALLE ROMELLADO, J.; AGUIRRE, J. F.; KAPULNIK, Y.; BRENER, S.; BURDMAN, S.; KADOURI, D.; SARIG, S.; OKON, Y. 2001. Responses of agronomically important crops to inoculation with Azospirillum. Australian Journal of Plant Physiology, v. 28, n. 9, p. 871- 879.

DUARTE, A.P.; PIEDADE, R.C.; MARTINS, V.C.; CANTARELLA, H.; BARROS, V.L.N. 2012. Resposta de cultivares de milho ao nitrogênio em cobertura e à inoculação com Azospirillum. In: Congresso Nacional de Milho e Sorgo, 29, Águas de Lindoia. p. 1786-92.

FERREIRA, D.F. Sisvar: 2011. A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042.

FIGUEIREDO, C.C.; RAMOS, M.L; TOSTES, R. 2008. Propriedades físicas e matéria orgânica de um Latossolo vermelho sob sistemas de manejo e cerrado nativo. Bioscience Journal. v. 24, n. 3, p. 24-30.

FUKAMI, J.; NOGUEIRA, M.A.; Araujo, R.S.; Hungria, M. 2016. Accessing inoculation methods of maize and wheat with Azospirillum brasilense, AMB Express, v. 6, n. 3.

GALVANI, F.; GAERTNER, E. 2006 - Adequação da metodologia Kjeldahl para determinação de nitrogênio total e proteína bruta. Corumbá: Embrapa Pantanal. 9 p. (Circular Técnica, 63).

HARTMANN, A.; BALDANI J.I. 2002 - The genus Azospirillum. In: DWORKIN, M.; FALKOW, S.; ROSENBERG, E.; SCHLEIFER, K.H.; STACKEBRANDT, E. (Ed.). The Prokaryotes, 2002. p. 115-140.

HUNGRIA, M. (2011) - Inoculação com Azospirillum brasilense: inovação em rendimento a baixo custo. Londrina: Embrapa Soja, 37 p. (Documentos, 325).

HUNGRIA, M.; CAMPOS, R.J.; SOUZA, E.M.; PEDROSA, F.O. 2010. Inoculation with selected strains of Azospirillum brasilense and A. lipoferum improves yields of maize and wheat in Brazil. Plant Soil, v. 331, p. 413-25.

KAPPES, C.; ARF, O.; DAL BEM, E.A.; PORTUGAL, J.R.; GONZAGA, A.R. 2014. Manejo do nitrogênio em cobertura na cultura do milho em sistema plantio direto. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 13, n. 2, p. 201-217.

KAPPES, C.; ANDRADE, J.A.C.; ARF, O.; OLIVEIRA, A.C.; ARF, M.V.; FERREIRA, J.P. 2011. Desempenho de híbridos de milho em diferentes arranjos espaciais de plantas. Revista Bragantia, v. 70, n. 2, p. 334-343.

OKON, Y.; VANDERLEYDEN, J. 1997. Root associated Azospirillum species can stimulate plants. ASM News, v. 63, p. 364-370.

QUADROS, P.D.; ROESCH, L.F.W; SILVA, P.R.F.; VIEIRA, V.M.; ROEHRS, D.D.; CAMARGO, F.A.O. 2014. Desempenho agronômico a campo de híbridos de milho inoculados com Azospirillum. Revista Ceres, v. 61, n. 2, p. 209-218.

ROESCH, L.F.W.; QUADROS, P.D.Q.; CAMARGO, F.A.O.; TRIPLETT, E.W. 2007. Screening of diazotrophic bacteria Azospirillum spp. for nitrogen fixation and auxin production in multiple field sites in southern Brazil. World Journal of Microbiology and Biotechnology, v. 23, p. 1377–1383.

ROESCH, L.F.W.; OLIVARES, F.L.; PASSAGLIA, L.M.P.; SELBACH, P.A.; SA, E.L.S; CAMARGO, F.A.O. 2006. Characterization of diazotrophic bacteria associated with maize: effect of plant genotype, ontogeny and nitrogen-supply. World Journal of Microbiology and Biotechnology, v. 22, n. 9, p. 967-974.

SANTOS, H. G.; JACOMINE, P. K. T.; ANJOS, L. H. C. dos; OLIVEIRA, V. A.; LUMBRERAS, J. F.; COELHO, M. R.; ALMEIDA, J. A. de; CUNHA, T. J. F.; OLIVEIRA, J. B 2013. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília: Embrapa, 353p.

SANTOS, J.S.; VIANA, T.O.; JESUS, C.M., BALDANI, V.L.D.; FERREIRA, J.S. 2014. Inoculation and isolation of plant growth-promoting bacteria in maize grown in Vitória da Conquista, Bahia, Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 39, p. 78-85.

SILVA, E.C.; BUZETTI, S.; GUIMARÃES, G.L.; LAZARINI, E.; Sá, M.E. 2005. Doses e épocas de aplicação de nitrogênio na cultura do milho em plantio direto sobre Latossolo Vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, n. 3, p. 353-362.

SOUZA, M. S. T. 2013. Efeito da inoculação de Azospirillum spp. em gramíneas forrageiras do pantanal sul-mato-grossense. Dissertação de mestradoUniversidade Federal de Mato Grosso do Sul, Brasil, 63 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.